Nota

DIY Vela de Massagem

No fim do ano passado, cismei de fazer velas de massagem (sem parafina). Segui a receitinha da Bianca e dei umas adaptadas. A começar com a cera, que usei de abelha e ela de vegetal. Fiz uma versão com manteiga de cupuaçu e outra com de karitê (essa última é mais hidratante).

Preparação da vela

1. Produtos; 2. Banho-maria na cera; 3. Potinhos fofos; 4. Secando.

  • 50g de cera de abelha
  • 20g de manteiga de Karité ou de Cupuaçu;
  • 100ml de óleo de de amêndoas;
  • 50ml de óleo de maracujá;
  • 30ml de essência para cosméticos (usei Dama da Noite e Patchuli)
  • Pavios para vela;
  • Potes de cerâmica

Coloque a cera para derreter em banho-maria, depois a manteiga e por último a essência. Usei uma espátula de madeira para ir mexendo. Despeje nos potinhos com o pavio no centro e deixe secar (use garfos ou palitos para evitar que o pavio entorte).

Lojas de São Paulo:
Cera de abelha:
Apacame Associação Paulista de Apicultores
Rua Dona Germaine Burchard, 208 – Água Branca
Potinhos:
Scrimin Porcelanas
R. João Ramalho, 1214 – Perdizes
Óleos, manteigas e essências:
Uma das lojas de essências da rua Tabatinguera – Sé
Essências e embalagens:
African Artesanato
Rua Turiassú, 1267 – Perdizes

Muita paciência depois e…

Voilà!

Voilà! Velas de massagem prontinhas!

Agradeço à Ana Paula que me ajudou a fazer as velas e ainda fez um creme hidratante com os produtos que sobraram.

Vídeo

Obra de brincar

Paixão e determinação que produzem beleza! ❤

Este senhor italiano aprendeu a soldar e nunca mais parou! Inspirado pelas folhas que caiam, e os movimentos da natureza, começou a produzir sua obra: brinquedos cheios de energia e movimento.


 

 

Vídeo

Gafieira de ruelle!

Tem como não amar este grupo de Montréal que dança bonitinho o nosso samba de gafieira?!

Cartaz de divulgação do evento de 2013

Cartaz de divulgação do evento de 2013

No vídeo “Samba de ruelle”, os muros cheios de graffiti colorido fazem ressaltar ainda mais o samba leve, descontraído e igualmente colorido dessa trupe canadense. Em sua página no YouTube, eles compartilharam o documentário “Un pied dans la samba” (com legendas ocultas em inglês e tradução automática em português) que explica não só a motivação deles em praticar o samba de gafieira, mas também o que é, como ele surgiu, como eles próprios aprenderam e como foram os preparativos do evento SAMBAKANA, criado justamente para divulgar essa dança de salão brasileira em Montréal.

 

Imagem

A sensualidade listrada

Sensualidade Listrada

“No palco, as dobras pesadas vermelho-escuras da cortina atraem o olhar com sua superfície hipnótica. Mas o que realmente fascina e atrai você é o que você pensa que possa estar acontecendo por trás da cortina – a luz que escapa pelas frestas, a sugestão de um segredo, de algo que está para acontecer. Você sente a emoção de um voyeur prestes a assistir a uma performance.” A arte da sedução – p.105

As ilustrações de Malika Favre e as fotografias de Lucien Clergue, em especial sua série Nu Zébré, são paralelas em seu aspecto sexy e misterioso.  Entre o que se esconde e o que se mostra, por entre as listras da cortina, os olhos do rosto feminino procuram e nos encontram. Olhos nos olhos querem ver o que fazemos. Já a distorção das listras no corpo feminino, mescladas a pele, exaltam suas curvas orgânicas, seu carácter mutável e vivo. Através dessas estéticas, a sensualidade é emitida de forma sensível e apurada.


Veja também a animação Hide and Seek, teaser de uma exibição de Malika Favre na Kemistry Gallery.